Em Brasília, Leninha do STTAR de Petrolina participa das Marchas das Margaridas

De acordo com Leninha, a bagagem será de conquistas, onde a pauta com o governo vem sendo assistida. (Foto: Milena Pacheco/ Nossa Voz)

Uma comissão de Petrolina desembarcou em Brasília na manhã desta terça-feira (13), para 6° edição da Marcha das Margaridas 2019. O evento reúne camponesas de todos os estados para apresentar as demandas e propostas das mulheres do campo, da floresta e das águas. Coordenado pela Contag (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura), o evento se apresenta como maior ação de mulheres da América Latina e espera reunir mais de 100 mil pessoas.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina Lucilene Santos, Leninha, participa da marcha e fala da expectativa.

“Chegamos em Brasília, esperamos mais de 2 mil caravanas só do nordeste, já no pavilhão se encontram todos os municípios, é hora de darmos as mãos. Trabalhadores assalariados que também nos acompanham estão todos participando, o sertão está representado, as cidades de Afrânio, Dormentes, Cabrobó e Afrânio enfim todos fazem presente”, disse Leninha.

O nome é uma homenagem à Margarida Maria Alves, líder sindical expoente da causa camponesa no estado da Paraíba assassinada no dia 12 de agosto de 1983. Ela foi responsável por centenas de ações trabalhistas e se tornou notável pela defesa de direitos para a população rural, como carteira de trabalho, décimo-terceiro salário e férias remuneradas. Neste ano, completam-se 36 anos do crime.
(Por: Iara Bispo/ Nossa Voz)