Em Petrolina, diretoria do Sanatório de Juazeiro pede socorro para não fechar unidade

(foto: Jean Brito/ Câmara de Petrolina)

A presidente do Sanatório Nossa Senhora de Fátima, em Juazeiro, foi até a Câmara de Petrolina, na sessão desta terça-feira (13), buscar apoio político para manter a instituição de pé. O Hospital filantrópico atende 53 municípios que faz parte de Rede PEBA, mas encontra-se com uma dívida que passa de R$ 1,300 milhão.

Segundo a presidente do Hospital, Elizabeht, os municípios não entram com contrapartida. O custo médio da unidade é de R$ 250 mil por mês. Desse total, R$ 113 mil são provenientes do Governo Federal. O restante era repassado até janeiro deste ano pela prefeitura de Juazeiro.

O presidente da comissão de saúde da Casa Plínio Amorim, Gilberto Melo, se comprometeu com a direção do sanatório, de agendar uma reunião com a secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque para discutir o problema. “Nós estamos preocupados com essas famílias que não tem onde tratar os pacientes na rede privada, e queremos ajudar de alguma forma”, disse Gilberto Melo.