Fé, tradição e música encerram a Caprishow 2019 de Dormentes

(fotos: divulgação)

O domingo (19) foi de despedida na maior Feira de Caprinos e Ovinos do Nordeste, os criadores e seus animais voltaram para casa ainda pela manhã. A feira, que este ano recebeu cerca de 1.300 caprinos e ovinos das regiões norte e nordeste do país, movimentou a região no fim de semana com exposições e competições de animais e muitos shows musicais.

O último dia foi dedicado aos vaqueiros, com almoço, sorteio de brindes, repentistas e muito forró no Sítio Roça. A tradicional cavalgada reuniu cerca de mil vaqueiros que montados em seus cavalos, desfilaram pela caatinga debaixo do sol forte. Puxados pela Frevuca, o cortejo se emocionou ao parar no cemitério onde está enterrado o ex-prefeito de Dormentes, Geomarco Coelho. Ao chegarem ao centro da cidade, a vaqueirama se reuniu para a missa especial, celebrada pelo padre Robério de Afrânio.

Depois da missa foram realizados os sorteios de R$ 500 e uma moto zero quilômetro. “Eu to muito feliz, minha paixão é o cavalo e vou pegar o meu prêmio, vender e comprar um cavalo de raça pra mim, que é o meu sonho”, disse emocionado o ganhador, João Luiz Coelho, de 14 anos, morador de Acauã no Piauí.

As apresentações musicais começaram em seguida, o cantor Renan de Santa Cruz foi o primeiro a subir no palco, seguido pelo dormentense, Wilker Cantor. Genino Batalha trouxe a animação da vaquejada para o palco e fez muita gente cantar. Encerrando a 14ª Edição da Caprishow, a banda Capim com Mel fez um show animado com muito forró das antigas. 

Depois de quatro dias intensos, a emoção tomou conta da prefeita Josimara Cavalcanti. “A Caprishow é muito importante pra mim, faço questão de me dedicar a todos os detalhes antes, durante e depois. E uma trabalheira boa fazer uma festa deste tamanho, graças a Deus tenho ao meu lado uma equipe dedicada, criativa e responsável que faz tudo isso aqui acontecer. Quando eu vejo a emoção e a gratidão dos expositores, compradores, parceiros, visitantes e vaqueiros é difícil segurar as lágrimas. Não tem como olhar pra tudo isso também e não lembrar do nosso eterno Geomarco, que tanto se empenhou para fazer da Caprishow o que ela é hoje. Essa edição eu tenho certeza vai ficar pra história”, comemorou Josimara. (com informações da Ascom)