Levantamento do TCE: Petrolina tem 62 obras paradas; Contratos somam quase R$ 50 milhões

(foto: Arquivo TCE-PE)

Nesta semana o auditor do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, Pedro Teixeira esteve em Petrolina e conversou em exclusividade com o Nossa Voz. O auditor deu detalhes sobre o objetivo da visita ao município Sertanejo, que foi treinar os auditores do município para o uso de drones nas fiscalizações.

“Nós estamos utilizados drones nas nossas inspeções. (…) Com as imagens de drone, nós conseguimos ampliar nosso campo de visão. Amplia demais as nossas possibilidades de atuação”, destacou Pedro Teixeira, salientando que o trabalho em grandes áreas fica facilitado com o uso do equipamento.

Recentemente, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli solicitou um levantamento sobre as obras paralisadas em todo o país. E como esse trabalho já vem sendo feito pelo TCE de Pernambuco desde 2014, o auditor Pedro Guimarães comentou sobre o diagnóstico atual no estado de Pernambuco. “O último levantamento, de 2018, identificou mais de 1.500 obras em todo o estado. Se nós fizemos um recorte específico para Petrolina, ele identificou 62 obras com status de paralisadas, que somariam em contrato valores próximos de R$ 50 milhões e R$ 47 milhões”, relatou o auditor.

Pedro Teixeira explicou que não existe um prazo legal pra reativação dessas obras, mas uma obrigação dos gestores. “Existem sim uma obrigação dos gestores de concluírem as obras que são iniciadas. Inclusive a Lei de Responsabilidade Fiscal impede que algumas obras sejam iniciadas, licitadas sem que as demais obras em andamento sejam concluídas”, destacou Pedro Teixeira.

Todos os estudos e levantamentos estão disponíveis no site do TCE-PE.