Municípios do Sertão do São Francisco recebem nova tecnologia para o combate às arboviroses

(foto: divulgação Governo de PE)

Nesta segunda-feira (11), a partir das 9h, no auditório do Hotel do Grande Rio, em Petrolina, acontece a entrega de 162 smartphones para os municípios do Sertão do São Francisco, que compõem a VIII Gerência Regional de Saúde (Geres). Os agentes de endemias recebem os smartphones com acesso ao aplicativo e-visit@PE para dá mais agilidade ao trabalho de monitoramento e consolidação de dados referentes ao combate as arboviroses dengue, zika e chukungunya.

Atualmente, 762 profissionais de 59 municípios, localizados nas IV,  VI, VII, IX, X e XI Geres, já organizam suas rotinas de trabalho no ambiente on-line, possibilitando a visualização dos dados pelos gestores municipais e estaduais. A expectativa é que, até o final do ano, todos os municípios pernambucanos sejam beneficiados com a nova tecnologia. Ao todo, são mais de quatro mil smartphones disponibilizados pelo Governo do Estado às cidades pernambucanas, num aporte de recursos superior a R$ 2,4 milhões. 

Na VIII Geres, a entrega dos smartphones será feita para as cidades de Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó, Petrolina e Santa Maria da Boa Vista, que juntas totalizam 162 profissionais entre Agentes de Combate às Endemias (ACE), coordenadores, técnicos e seus supervisores de vigilância em saúde. No ambiente on-line do e-visit@PE, os trabalhadores têm as informações de toda a sua área de atuação e poderão informar as casas visitadas e quais recusaram ou estavam fechadas; os focos positivos para o Aedes, quantos foram tratados e se houve a necessidade de usar larvicida, entre outros dados. Antes da entrega dos smartphones, os agentes de endemias e gestores municipais foram treinados para utilizar a tecnologia. Também foi preciso fazer o cadastro de todos os domicílios dos municípios para que pudessem ser iniciado.

“A implantação dessa tecnologia móvel nos dará mais rapidez ao acesso, por parte dos gestores municipais e estaduais, das informações colhidas in loco pelos agentes de endemias das cidades pernambucanas. Os registros dessas informações nos possibilitam ainda elaborar estratégias para o controle vetorial desses arbovírus. Com o preenchimento manual, o agente de endemias precisava consolidar as informações de toda a semana e repassar o levantamento para o seu supervisor de área, que, por sua vez, encaminha os dados consolidados ao digitador para inserção no sistema de informação. Com o e-visit@PE, o agente fará isso em uma etapa apenas, pois no momento que estiver no imóvel visitado já poderá fazer a inserção dos dados e características em tempo real, proporcionando mais agilidade e ação imediata”, destaca o secretário estadual de Saúde, André Longo. 

Além da nova tecnologia voltada para o trabalho de campo dos agentes municipais, neste ano, o Governo de Pernambuco, por meio das secretarias estaduais de Saúde e Educação, lançou, em junho, a revista da Turmada Mônica intitulada “Um pequeno grande vilão”. O material especial elaborado pela Maurício de Souza Produções traz, de forma lúdica, informações sobre como evitar os casos de arboviroses, além de apresentar a sintomatologia das doenças.

Ao todo, foram adquiridas 300 mil revistinhas, com um investimento de R$ 182 mil, para distribuição entre os alunos do ensino fundamental I e II e para as bibliotecas das mais de 1 mil escolas estaduais em Pernambuco. Vale destacar que estas ações fazem parte do Plano de Enfrentamento às Arboviroses 2019. Ao todo, quase R$ 8 milhões estão sendo investidos nas ações- o dobro de 2018. 

Até o último dia 02.11,foram notificados 3.221 casos de dengue na VIII Geres – Petrolina (317 em 2018 / aumento de 916,1%), 370 de chikungunya (44 em 2018 / + 74,9%) e 127 de zika (39 em 2018 / + 225,6%).
Em todo o Estado, são 56.300 notificações de dengue (21.287 em 2018 / ampliação de 164,5%), 7.562 de chikungunya (3.154 em 2018 / + 139,8%) e 3.524 de zika (1.261 em 2018 / + 179,5%).