Operação Tapa-buracos permanece suspensa em zona rural de Petrolina devido às fortes chuvas

(Foto: Divulgação)

Nas duas últimas semanas, Petrolina e região têm presenciado um índice pluviométrico acima da média do esperado para esta época do ano. Em algumas localidades choveu um total de mais de 200 mm como em Cristália e 60 mm em Rajada. Em virtude disso, muitas estradas apresentam problemas de deterioração e acúmulo de poças d’água. A Prefeitura de Petrolina pede às comunidades um pouco mais de paciência para compreender esta suspensão visto que neste momento as máquinas da Operação Tapa-buracos ficam impossibilitadas de realizar os serviços de recuperação das estradas vicinais.

A prefeitura informa ainda que essa pausa das atividades de patrolamento visa proporcionar um período para que as vias possam secar e assim voltar a receber as equipes da Secretaria de Governo e Agricultura (Segoa) que seguirão o cronograma da Operação Tapa-buracos. Já foram mais de 360 km recuperados na região de Muquém, Lajedo, Federação, Mudubim, Angical, Atalho, Marí, Baixa do Meio, Rio Jardim, Piranha e Barra Franca. A Segoa reforça ainda que os serviços acontecem, em especial, naquelas estradas que são corredores de transporte escolar e escoamento da produção agrícola para evitar maiores transtornos ao interior do município. (Com informações/ Ascom PMP)