Prefeitura realiza expedição para coleta de sementes nativas e produção de mudas

(Foto: Divulgação)

Em pausa na distribuição de mudas, o Viveiro Municipal de Petrolina está em fase de produção de mudas. O local já está sendo preparado para receber as novas sementes e dar início à produção de plantas. Para tornar isso possível, sementes estão sendo coletadas através de expedições por toda a região. Dessa vez, as equipes percorreram a margem do Rio São Francisco que vai desde a Ilha do Massangano até as proximidades do Iate à procura de plantas mais específicas: as nativas de área ribeirinha. 

A primeira expedição teve como foco encontrar sementes da área de sequeiro, mais resistentes à seca e locais mais árido, nesta o objetivo era outro: coletar sementes da área ribeirinha, próximas ao rio. Enquanto as primeiras produzem mudas apropriadas para locais com escassez de água, as da mata ciliar se adaptam bem a locais mais úmidos. Foram coletadas, principalmente, sementes de Ingazeira, além de Marizeiro e Juazeiro; todas nativas da região. 

Segundo o diretor de projetos da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), Victor Flores, essas expedições são a base de todo o trabalho realizado pelo programa. “Já são mais de 7 mil mudas plantadas ou doadas pelo município e isso é possível graças ao trabalho realizado no nosso Viveiro Municipal, hoje o maior no interior de pernambuco. Seguimos com as expedições para produzir cada vez mais, e sempre optando por plantas nativas, porque queremos ver nossa cidade arborizada com aquilo que é mais característico da nossa terra”, destaca. 

Essas expedições só são possíveis graças a parcerias que a Prefeitura de Petrolina, através da AMMA, fez juntamente com o IBAMA, 72 BIMTZ e voluntários.