Após denúncia, secretário de Saúde de Santa Maria repudia atendimento do HDM/IMIP

(foto: Nossa Voz)

O secretário de Saúde de Santa Maria da Boa Vista, Nelson Eduardo, que só tomou conhecimento do falecimento da uma recém-nascida do Projeto Fulgêncio no Hospital Dom Malan IMIP pelo Nossa Voz, comentou o caso no programa. Ele lamentou o episódio narrado pela mãe do bebê, Rosilene Maria da Silva que acusou o hospital de negligência. O bebê faleceu 36 horas depois de nascer.

“Lamentamos muito, todo esse procedimento foi feito no IMIP, inclusive vamos fazer uma nota, não é a primeira vez. Teve um caso agora recente, não com falecimento, mas com assistente social tentando resolver um outro caso, mas um atendimento não correspondente com o que deveria ter sido feito de melhor”, comentou Nelson Eduardo.

O secretário disse ainda que enviará um ofício repudiando o acontecido. “Vamos entrar sim com um ofício de repúdio ao hospital IMIP. É uma situação recorrente. Nós sabemos que existem muitos casos. O hospital é super lotado, principalmente nesse momento, mas a humanização não pode deixar de acontecer”, frisou.

Em relação à reclamação da paciente, que relatou não ter sido bem atendida por um médico em Santa Maria da Boa Vista, o secretário falou que vai procurar saber o que aconteceu e pediu ainda para que qualquer atendimento que não realizado da melhor maneira, deve ser relatado de imediato.

Anderson Guimarães/Nossa Voz