Pacientes da Apami x brigas políticas de Petrolina

Familiares e pacientes protestaram e pediram apoio para a instituição. (Foto: Reprodução TVGR)

Na sessão de ontem (28), que antecedeu o hiper feriadão de carnaval para a Câmara de Vereadores de Petrolina (que só tem sessão na sexta-feira, dia 8), a situação da Apami ganhou espaço nos discursos de situacionistas e oposicionistas. 

Entre números de orçamento, déficit e recursos estão emperrados desde 2016 na conta do Governo do estado, o que se viu foi na Casa Plínio Amorim, em alguns casos, foi mesmo a crítica pela crítica. Vale lembrar que há muito tempo a Apami é mantida pela boa vontade do seu diretor-presidente Augusto Coelho e de vários colaboradores que abraçam essa causa. 

A questão das dificuldades financeiras da Apami pode ser grosseiramente comparada a situação da Compesa em Petrolina. Os problemas só são evidenciados quando Prefeitura de Petrolina e Governo de Pernambuco são adversários políticos.

Pelo visto está bem longe o dia em que as necessidades do povo serão prioridade, independentemente dos palanques políticos. F