Convenção do PT abre espaço para proporcional e confirma Odacy Amorim como candidato a prefeito de Petrolina

(Foto: Gilson Santos/Divulgação)

Em um espaço de eventos situado no bairro Terras do Sul, na noite desta quarta-feira (16), o Partido dos Trabalhadores oficializou o nome de Odacy Amorim para a disputa pela Prefeitura de Petrolina. Os candidatos a vereadores também estiveram presentes e discursaram durante a convenção partidária que foi transmitida ao vivo pelas redes sociais. Animados com a disputa, os postulantes da chapa proporcional apresentaram seus nomes, suas propostas e perspectivas para um possível mandato legislativo.

Quem também teve o nome confirmado, foi o radialista Vinícius de Santana, Indicado pelo PCdoB à vice na chapa petista, ele falou sobre a responsabilidade que assume junto a população. “Nós estamos numa coligação onde todos estão embutidos de uma responsabilidade muito grande. Primeiro porque os partidos populares são aqueles que agregam mais gente, só que eles são os que tem mais compromisso com as pessoas. Estamos felizes e nessa caminhada para a qual me preparei, tenho certeza que nós vamos fazer aquilo que Petrolina sonha mudar. Mudar para melhor, exatamente para que as pessoas tenham mais oportunidades”, reforçou Santana.

Ressaltando a autoria de uma gestão exitosa entre 2007 e 2008, quando foi prefeito da cidade, Odacy Amorim destacou o caráter propositivo da sua campanha e o seu compromisso com a qualidade de vida da população. “Nós vamos apresentar a Petrolina um projeto que vai voltar a cuidar das pessoas. Como cuidamos lá em 2007/2008. Um projeto vai garantir que os cidadãos dos bairros não terão tratamento de segunda classe, nem nas áreas irrigadas, nem ribeirinha e nas áreas de sequeiro. É um projeto que vai estar comprometido com cada região de Petrolina. Eu começo a campanha confiante de que os desafios que estão dentro de nós e são muitos. Eu sei do endividamento do município. Essas dificuldades tem que nos estimular a querer fazer mais e avançar mais”, planejou Amorim.