Juazeiro terá 10 novos pontos de testagem para a Covid-19

(foto: arquivo Nossa Voz)

Durante coletiva de imprensa no final da manhã desta terça-feira (30), o prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim, anunciou a criação de 10 novos pontos de testagem para a Covid-19. A descentralização dos testes rápidos acontece a partir de quinta-feira (2), nos postos dos primeiros bairros e faz parte do conjunto de ações realizadas pela Secretaria da Saúde na prevenção e enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Durante o mês de julho os pontos também serão implantados em outros bairros e nos distritos.

“Estamos trabalhando diariamente para proteger a população e salvar vidas, nosso foco maior nesse momento de crise sanitária mundial. E essa descentralização da testagem é muito importante para um levantamento mais preciso da evolução da doença no município, o que nos tem permitido tomar as decisões acertadas e essenciais com o objetivo de frear os efeitos da pandemia nas próximas semanas”, relatou o prefeito.

Os novos pontos de coleta irão funcionar nos postos de saúde dos bairros e distritos e a primeira etapa, que começa quinta-feira. Os primeiros bairros são: Santo Antônio, Maringá, Dom Thomaz, Dom José Rodrigues, João Paulo II, Itaberba, Tabuleiro, Angari, Alto da Maravilha e Centro I. A secretária Fabíola Ribeiro informa que o ponto de coleta que funciona na Escola Municipal Judite Leal Costa continuará funcionando.

“A oferta de novos pontos de testagem visa facilitar aos pacientes sintomáticos o acesso ao serviço nas unidades básicas de saúde em suas comunidades de origem. Essa descentralização aumentará a quantidade de pessoas testadas e diminuirá ainda mais a subnotificação, nos possibilitando agir de maneira mais precisa nas ações de controle da pandemia no município. Além disso, permaneceremos com os atendimentos tanto no Ponto de Coleta como também com o mapeamento dos status imunológico”, ressalta a secretária.

O atendimento nos novos pontos de testagem obedecerá aos mesmos critérios do Ponto de Coleta do bairro Maria Gorete. O paciente procura o posto de saúde para ser notificado e terá o teste rápido agendado a partir do décimo dia de sintomas. (Ascom PMJ)