Inundadas: Ruas do Dom Avelar estão quase intransitáveis e comunidade cobra providências

Foto: Nossa Voz

Mesmo com a trégua prolongada nas chuvas ocorridas em Petrolina, o Dom Avelar, na zona norte da cidade permanece com as ruas alagadas o que traz transtornos e preocupações constantes aos moradores do bairro. Em entrevista ao programa Nossa Voz desta segunda-feira (22), integrantes daquela comunidade relataram conviver com a situação desde dezembro no ano passado, mas as recentes precipitações agravaram o problema.

“Aqui na Rua da Argila, na esquina fica a Rua do Ouro e é possível ver que água está esverdeada. Na Avenida dos Minérios da mesma forma, sem contar as ruas que estão próximo a quadra e a outra parte da Avenida dos Minérios onde foi gravado um vídeo com as crianças tomando banho nessa água. Recolheram várias placas de veículos porque a água está muito funda. Acredito que o carro de reportagem se passar pelo local vai ficar com capô coberto pela água”, relatou Rogério Silva.


Foto: Nossa Voz

Ainda segundo comunitário, para solucionar o problema é necessário que o maquinário da Prefeitura de Petrolina viabilize a drenagem dos pontos alagados e faça o patrolamento das vias prejudicadas. “(Na gestão anterior) Quando solicitado junto a secretaria responsável, eram enviadas máquinas para escoar a água e fazer o patrolamento ou aterro das ruas alagadas”. Silva confirmou a presença do atual secretário-executivo de serviços públicos, Álisson Oliveira no bairro, mas cobrou uma ação eficaz. “A Rua Dona Beja foi inundada na última chuva forte ocorrida na cidade”.

Além das questões citadas, o bairro ainda vive assombrado com a proliferação de muriçocas. Segundo Elieide Silva, na Rua da Argila não é possível sentar na porta depois que escurece. No local tem uma casa abandonada que permanece inundada há vários meses e nenhuma providência foi adotada até o momento. “Essa água não é dessas chuvas dos últimos 15 dias. Tem água tanto aqui na varanda quanto no muro, tem bastante lixo. Nas ruas não há mais acesso, metade do pneu do carro fica submerso e não dá pra transitar a pé. Petrolina é uma cidade que não chove tanto, tem um ano todo de seca, dá pra equipe vir e realizar esse trabalho. Não dá pra concluir o saneamento, venham pelo menos fazer o paliativo. Eu chamo a atenção da Câmara de Petrolina, principalmente da Comissão de Obras que venha ao Dom Avelar. Eu não estou dizendo que não vem, mas que venham mais, que cobrem de fato. E ao prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, que faça o paliativo. Você precisa ver a lateral da unidade de saúde. Está pior que isso aqui”.


Foto: Nossa Voz

José Moreira também revelou sua preocupação com a proliferação do Aedes Aegypti reforça as cobranças relacionadas a estruturação da principal avenida do bairro. “ Vocês tem nos ajudado bastante. Se não fossem vocês o caso seria bem pior. A Avenida dos Minérios há gente vem há muito tempo pedindo esse aterramento daqui até a Perimetral. Se você visse a situação. Um dia desses eu contei 21 placas de veículos que caíram no buraco. Tem mais de um metro de profundidade”.

Atento as reivindicações da comunidade, o vereador Ronaldo Silva também participou do programa Nossa Voz para prestar contas do trabalho feito no Dom Avelar. “Estou constantemente no bairro e tenho acompanhado a situação dos moradores. Logo após as chuvas eu estive no bairro, liguei para o secretário Fred Machado e para o secretário-executivo Álisson e eles providenciaram uma bomba para esvaziar essa parte da quadra. Alisson foi lá comigo, viu a situação. O prefeito Miguel estava ciente até enviou uma engenheira para ver a situação. (…) Tenho certeza que a equipe fará esses outros serviços que estão sendo reivindicados”.